28 de agosto de 2012

Automutilação


(...) Geralmente afirma automutilar-se com a intenção de interromper uma dor emocional. A maioria alega se tratar de uma espécie de troca, da dor física pela dor emocional. Além disso, se ferem também como uma forma de punição, por se sentirem insuficientes e fracassados. Todos eles descrevem o desejo de se ferir como algo incontrolável, como um vício do qual, ainda que queiram, não conseguem se libertar.

Minha maior vontade, é poder ajudar todas essas pessoas que praticam o cutting. Descontar todas as suas tristezas em si próprio não vale a pena. Vire e mexe encontro no twitter garotas sofrendo de bulimia, anorexia, ou sendo julgadas por questões físicas, e que acabam entrando em depressão.

Eu choro na frente do computador ao ler histórias assim, não aguento ver garotas lindas sofrendo por se importarem demais com a opinião dos outros. Se você é uma garota que sofre com algo, ou conhece alguma que faça isso, mostre pra essa ela, que você a ama, e está com ela.

20 de agosto de 2012

As coisas mudaram...

Onde ficou aquela vontade de blogar? ... De se expressar sem se importar com o que os outros pensam?
Blogar pra mim sempre foi algo que me fez bem, me expressar sem medo, ter o meu diário virtual... A sociedade é uma coisa engraçada, antes quem tinha um blog ou simplesmente se expressava na internet de um jeito diferente, era o revoltado o excluído e rejeitado...

De uns meses pra cá, não se pensam mais assim, todos querem ter um blog/vlog, para realmente ser reconhecido como o revoltado - acho que vocês vão me entender no final...Agora ficou simples criar um, é só escolher um assunto qualquer, fazer um simples post, e ficar em busca de seguidores loucamente...

Pra mim, ter um blog é realmente falar sobre o que você gosta. Enquanto tem gente aí só se importando com divulgações, parcerias, etc... A verdadeira diversão é quando você escreve sobre o que lhe interessa, e vê que pessoas se importam.

Inspiração do texto: Campanha #VoltaMundoBlogueiro

16 de agosto de 2012

O que nos move?

I-have-a-dream-500x250_large

Já parou para pensar o que nos leva a realizar tudo que nós fazemos agora? O que nos fez criar um blog e começar a escrever? O que nos fez realizar coisas que os outros duvidavam de nós? O que nos faz pensar em nosso futuro como pessoas grandes? SONHOS, essa é a resposta.

Do que seria de nós sem essa pequena palavra? Eu não tô falando de sonhar ao dormir, e sim daquilo que você mais deseja, aquilo que fica no fundo da sua alma que você não conta para ninguém, que você tem em seu coração de fazer e acontece. Tudo isso não é uma ilusão, tudo que nos faça feliz não é uma ilusão. Eu tenho tantos sonhos, bobos, pequenos, alguns praticamente impossíveis aos olhos de muitos... Mais uma coisa dentro de mim sempre grita NÃO DESISTE...
Não tenha vergonha de lutar pelo que você quer, afinal, nós somos movidos de sonhos.

14 de agosto de 2012

Identidade

Há mais de 6 bilhões de pessoas no mundo, e porque justo você teria que ser igual ah elas? ...
Falta de domínio próprio, perda de opinião, medo de não ser aceito... Isso são algumas das pouquíssimas coisas que indicam perca de identidade. Querer gostar de algo/alguém, só porque está na moda, ou porque "todo mundo gosta", não faz o menor sentido. Antigamente eu pensava assim "Não vou dizer que gosto de tal coisa, porque se não ninguém vai gostar de mim"... Hoje já penso ao contrário "Eu preciso falar que eu gosto disso, porque se não, as pessoas nunca irão saber quem eu sou de verdade"

Se esconder atrás de uma capa, com medo da sociedade. As pessoas são cruéis, desde sempre e para sempre, mas você não pode deixar o mundo te afetar, se não o que será dos próximos 3 anos? Pessoas controladas por regras parecendo robôs sendo controlados por tudo e por todos?... Vivemos em um país livre e graças a Deus podemos ter nossas opiniões, seguir nossas ideias, sem que ninguém nos julgue. Mais ainda há muitas pessoas que não pensam assim, e continuam julgando pelo seu estilo musical, o jeito que você se veste, como você é, o que você gosta, o que você não gosta, e isso nunca vai mudar.

Mas nós, podemos e precisamos mudar nosso jeito de pensar, e começar a viver em um mundo diferente. Nem que esse mundo diferente, exista APENAS pra você. Mas nós precisamos viver, falar, pensar, de um jeito diferente. Se não mudarmos o nosso pensamento sobre nós mesmos, quem você vai ser no futuro? Como você vai conviver com as pessoas á sua volta?

E surge aquela perguntinha típica: O que você vai ser quando crescer? Mas como você vai responder, se mal você sabe quem você é agora... Saia dos padrões, enfrente o mundo, não seja quem as pessoas queira que você seja... Seja você!
Copyright © 99Coisas 2013 - 2015 | Design e Código: Sanyt Design voltar ao topo